As 10 maiores maluquices registradas no metrô de NY

A quantidade de loucuras que acontecem em uma cidade deve ser proporcional ao seu tamanho. Só isso explica as diversas coisas bizarras que testemunhamos em Nova York todos os dias. E o palco principal desses acontecimentos é o metrô.

Por isso um dos sites mais populares por aqui, o gothamist.com, lançou uma lista com os 10 momentos mais “memoráveis” registrados no metrô da cidade em 2013. Alguns são fofos, outros, amedrontadores. Mas a maioria é simplesmente inacreditável.

1) Gatinhos do metrô: Com sua fofura, os pequenos August e Arthur pararam o trânsito, literalmente. O metrô deixou de circular para que eles fossem resgatados dos trilhos, em setembro. O então candidato à prefeitura, Joe Lhota, declarou que teria atropelado os gatinhos. Há quem diga que por isso ele perdeu a eleição.

2) Tubarão no metrô: Não, não era montagem. Um tubarão morto foi encontrado no trem N e se tornou um hit na internet. Mas, calma. Isso não acontece todo dia.

3) Os selfies: Os estudantes universitários James Doernberg e Kai Jordan se propuseram a responder a uma pergunta simples: quanto tempo levariam para passar por todas as estações de metrô de Manhattan? Para calcular, eles resolveram tirar selfies a cada parada.

4) Sacudindo a cabeleira: Ele não é cantor de rock, mas ficou famoso ao parar na beirinha da plataforma e sacudir os cabelos. O momento de, digamos assim, inspiração foi devidamente registrado e viralizado.

5) Estranhos dormindo juntinhos: Isso acontece com mais frequência do que se imagina. Quem nunca pegou no sono e acordou no ombro do vizinho? Mas a foto abaixo ficou tão popular que inspirou os nova-iorquinos a fazerem registros semelhantes, que se espalharam pela internet.

6) Divertindo os condutores: Os condutores do metrô da cidade são obrigados a apontar para uma faixa de listras pretas e brancas a cada parada, para provar que estão prestando atenção. Um grupo de moradores resolveu alegrar essa rotina tão chata, levando placas engraçadas. Quando o metrô parava, os condutores davam de cara com cartazes como “aponte para a faixa se você é super sexy” ou “aponte para a faixa de você está sem calças”.

7) A batalha do saxofone: Os artistas do metrô foram surpreendidos quando um passageiro sacou o saxofone da bolsa e os desafiou para uma batalha musical. Os passageiros aplaudiram de pé.

8) O cortador de queijo: Um homem foi flagrado abrindo um pacote de queijo brie e cortando a iguaria… com as mãos. Também virou viral.

9) Skatista de trem: Na estação 145th, um skatista saltou de uma plataforma para a outra. Isso, depois de errar algumas vezes e cair no meio dos trilhos. A troco de quê? De nada mesmo.

10) Descalça no metrô: Outra coisa que não é rara por aqui: pessoas descalças na imundice do metrô nova-iorquino. Mas esta tornou-se um ícone na cidade. Vai entender…

Este post foi publicado no blog Nova York do Ela Digital. Clique aqui para ver. 

Os 10 anos do Museu Louis Armstrong

armstrong

O Louis Armstrong House Museum (34-56 107th Street, Corona, Queens) promove hoje um festa para comemorar os seus 10 anos de existência. Os ingressos, que custam entre 30 e 100 dólares, dão direito à entrada no show dos The Hot Sardines e a pratos da cozinha creole criados a partir de receitas de Armstrong. A cerveja e o vinho estão incluídos.

O museu abriga a casa onde Pops morou com a esposa Lucille entre 1943 e 1971. Todos os móveis e a decoração foram preservados. Gravações de momentos informais da vida caseira do trompetista ecoam pelos cômodos. A visita ao quarto do segundo andar reserva muita emoção pois foi ali que o jazzista morreu dormindo em 6 de julho de 1971. Louis Armstrong House Museum funciona de terça a domingo e oferece uma visita guiada de 40 minutos a cada um hora e por 10 dólares.

Publicado, também, no meu blog no Ela Digital. Clique para ver!

 

A cidade e seus moradores

Desde 2010, o fotógrafo Brandon Stanton caminha pelas ruas de Nova York à procura de pessoas comuns. Ao contrário de Bill Cunningham e do Sartorialista, ele não mira sua lente nos fashionistas. Quer, simplesmete, moradores. A ideia é fazer um censo fotográfico da cidade.

O resultado da empreitada é o blog “Humans of New York“, que tem mais de 1 milhão de fieis seguidores. Hoje chega às lojas a versão em livro do projeto de Stanton. 

“Humans of New York” alcançou ao topo da lista dos mais vendidos na Amazon durante o período de pré-vendas. Ele inclui 400 fotos, algumas inéditas. A belíssima edição é colorida, chique e vibrante. Como Nova York.

Image

 

Image

 

Image

 

Publicado, também, no meu blog no Ela Digital. Clique para ver!

Globo Notícia Américas de 12/05/2013

ImageNo ‘Globo Notícia Américas’ do próximo domingo, dia 12, vamos trazer uma entrevista com Ety Carneiro e José Álvaro da Silva Carneiro, os diretores do centro de pesquisa do hospital pediátrico Pequeno Príncipe, de Curitiba. Nesta semana, brasileiros se reuniram em Nova York para um evento em prol da instituição que é pioneira no atendimento humanizado de crianças e adolescentes no Brasil. Durante a conversa, Ety e Sergio falam sobre o trabalho do hospital e também sobre o convite que receberam para apresentar a exposição “Fazendo Arte no Hospital Pequeno Príncipe”, na sede da ONU- Organização das Nações Unidas, em Nova York.
 
Também nesta semana, a história das três americanas que foram libertadas em Cleveland depois de dez anos em cativeiro chocou o país e o mundo. O ‘Globo Notícia Américas’ traz uma reportagem que mostra que a cada três dias uma pessoa desaparece vítima de seqüestro nos Estados Unidos.   E ainda, um surto da bactéria e-coli preocupa moradores do estado do Texas. A jornalista traz dicas sobre os sintomas causados pela bactéria e como se proteger do risco de contaminação.

Para ver a chamada do programa, clique aqui ou na foto acima.

Museu de graça. Pode?

metropolitanNem todo mundo sabe, mas vários museus de Nova York oferecem a chamada “suggested donation” ou “pay-what-you-wish”. Isso significa que, em vez do preço do ingresso exibido na entrada da instituição, o visitante pode pagar quanto quiser. Vinte dólares… Dez… Alguns centavos…

É o caso do Museu de História Natural e do Metropolitan Museum of Art. O último está sendo processado, acusado de não deixar tal política clara o suficiente.

O diretor do Met publicou uma mensagem no site da instituição dizendo que a regra existe há mais de 40 anos e é, sim, conhecida do público. Ele afirmou que é claro que deseja que os visitantes paguem o máximo possível, já que o museu se sustenta com doações. Mas lembrou que todos são igualmente bem-vindos, não importa quanto desembolsem pelo ingresso.

Post publicado originalmente no Ela Digital. Clique aqui para ver mais notícias de Nova York.

GNA traz detalhes do Violence Against Women Act

gnotNo “Globo Notícia Américas”, a apresentadora Mila Burns mostra reportagem que analisa o futuro político da Venezuela após a morte de Hugo Chavez. O vice-presidente Nicolás Maduro assume temporariamente o cargo, mas a constituição venezuelana exige uma nova eleição.

E com o dia internacional da mulher, celebrado no último dia 8, Mila apresenta as mudanças nas leis de combate a violência contra a mulher que foram aprovadas nos Estados Unidos e na Bolívia. A jornalista entrevista Débora Beldowicz, coordenadora do GAEP (Grupo de Apoio Educacional e Psicológico), que ajuda vítimas de violência doméstica, revela porque a incidência desses casos é ainda maior entre mulheres imigrantes.

Você também acompanha a história de um policial da Carolina do Norte que, preocupado com a segurança dos alunos de uma escola, transferiu sua mesa de trabalho do escritório do departamento de polícia para o corredor do colégio. A iniciativa foi bem recebida tanto pelos pais dos alunos, como pela administração da instituição.

O “Globo Notícia Américas” vai ao ar do domingo, dia 10, às 19h30 (horário de Nova York)

Globo Notícia Américas em ritmo de carnaval

gnotO “Globo Notícia Américas” deste domingo, 10 de fevereiro, traz uma entrevista com o grupo Turma do Samba. Eles contam como comemorar o Carnaval longe do Brasil e ainda dão uma canja!

Confira ainda como foi o debate sobre reforma imigratória no Congresso Americano. O programa também mostra uma iniciativa dos médicos para incentivar as crianças a se vacinarem contra a gripe nos Estados Unidos: um jogo de videogame. E saiba que o correio do país não mais entregará cartas aos sábados para economizar.

O “Globo Notícia Américas” vai ao ar às 14h50 (horário de Nova York), mais cedo que o normal, por conta da exibição dos desfiles das escolas de samba. Para ver a chamada clique na foto acima ou aqui.

IMG_7701