Falta de educação

Não é fácil entender o bafafá causado pela divulgação, hoje, dos dados sobre o desempenho individual de 18 mil professores de escolas públicas de Nova York. Pode parecer simples de qualquer lado que se olhe. Entre os que são a favor, o argumento é óbvio: queremos escolas melhoes e professores mais qualificados para os nossos filhos. Para a turma do contra, também: que tipo de avaliação é essa? Quem define um bom profissional? Além disso, como confiar em uma pesquisa que tem uma margem de erro tão controversa?

Na verdade, o buraco é bem mais fundo. Envolve o Departamento de educação, os governos estadual, federal e municipal, sindicatos, pais, alunos… Para quem quiser entender melhor esse cabo de guerra, duas boas dicas são o post de ontem do The New York Times, que traz detalhes sobre a polêmica desde o início, e o filme Waiting for “Superman”. O documentário de Davis Guggenheim (o mesmo de An Incoveninet Truth) traz depoimentos das partes mas tem seu trunfo nas histórias de familias de todo o país, atingidas diretamente por essa discussão. Vale a pena, principalmente, para quem tem a ilusão de que o sistema educacional americano é essa coca-cola toda. E o melhor: está instantâneo no Netflix.

About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s