É dia de ópera, bebê!

Quarta-feira é dia de ópera em Nova York. E não estou falando do BAM ou da Metropolitan. É ópera para amadores e amantes dessa arte que há quem diga estar quase morrendo. Certamente se fossem ao Ido Sushi esses detratores se descobririam ruins da cabeça e doentes do pé.

É uma daquelas experiências increditáveis que fazem você agradecer por viver nesta cidade. Onde mais haveria um restaurante japonês que abre suas portas às quartas e sábados para um karaokê operístico? Cantores profissionais, ex-estrelas ou apenas aspirantes, se encontram para uma noite de farra. Fomos em um grupo de quatro amigos: um especialista, uma ex-cantora e dois curiosos. Posso garantir que há muito não nos divertíamos tanto! A comida é boazinha, mas o incrível é ver que, ao contrário do que muitos pensam, ópera é a maior diversão! E, mais incrível ainda, é a luzinha do sinal de trânsito piscando sobre a placa da Bedford. Viva Verdi! Viva Nova York!

A foto ao lado, tirada com o meu celular, não faz jus ao lugar. Fiz também um filminho, logo abaixo, que é menos digno ainda. O jeito é ir lá conferir!