Janny Scott, Uma Mulher Singular: a História Desconhecida da Mãe de Barack Obama.

Janny Scott, Uma Mulher Singular: a História Desconhecida da Mãe de Barack Obama

Translation from the original book, A Singular Woman: The Untold Story of Barack Obama’s Mother. Riverhead Books: 2011

Barack Obama escreveu extensamente sobre o pai que o abandonou. Mas quase não falou de sua mãe, a mulher que, mesmo sem estar por perto o tempo todo, apresentou as possibilidades que levaram o menino negro criado pelos avós no Havaí à presidência dos Estados Unidos. Durante a campanha presidencial de Obama, Stanley Ann Dunham ficou conhecida apenas como “uma mulher branca do Kansas”.

A sucinta descrição não faz jus à garota com nome de menino que cresceu no interior, casou-se com um africano (e depois com um indonésio) em uma época em que o casamento inter-racial era crime em boa parte dos Estados Unidos, e a segregação e a discriminação eram práticas corriqueiras; criou uma família multicultural e abraçou com devoção a carreira de antropóloga — como defende Janny Scott, premiada repórter do New York Times, no surpreendente Uma mulher singular.

Eleito um dos melhores livros de não ficção de 2011 pela revista Time, a biografia narra a trajetória e revela a complexidade de Stanley Ann Dunham, conhecida como Ann a maior parte de sua vida. Do sul dos Estados Unidos, em pequenas cidades do Kansas e nos subúrbios de Seattle, chega a cidades indonésias como Jacarta, Yogyakarta e vilas de Java. Percorre os fatos da vida de uma mulher nada convencional que ultrapassou barreiras culturais e desafiou regras impostas a raças, maternidade e gênero, o que culminaria com a chegada de seu filho à presidência.

Ann apaixonou-se por um estudante do Quênia na Universidade do Havaí e engravidou aos 17 anos. A partir desse momento, embarcou em uma aventura corajosa e incomum. Divorciada duas vezes, ela se viu solteira, mãe de duas crianças multirraciais, cada uma com um pai originário de um país diferente. Ann criou os filhos por anos na Indonésia, mas acabou mandando um deles, justamente Barack, para longe, aos 10 anos, a fim de lhe proporcionar uma educação melhor. Tornou-se antropóloga, consultora de desenvolvimento e uma das primeiras especialistas em microfinanças.

Direta ou indiretamente, deixou sua marca nos dois hemisférios, afinal, seus valores e escolhas moldaram o homem de destaque que seu filho é hoje.

Para explorar os vários capítulos desconhecidos da vida de Dunham, Janny viajou para a Indonésia, o Havaí e diversas cidades dos Estados Unidos. Pesquisou arquivos, anotações pessoais, fotografias e cartas, e entrevistou quase duzentas pessoas, entre colegas, amigos e familiares de Dunham, incluindo seus filhos.

Este livro oferece um olhar inspirador e novo sobre como o caráter pode ser construído e passado de pais para filhos. Uma visão instigante sobre as fundações do destino de Barack Obama, criadas por uma mãe com profunda fé nos talentos do filho. É também a triste história de uma mulher que morreu de câncer com apenas 52 anos, lutando para que o plano de saúde pagasse suas despesas, quando Obama começava sua primeira campanha para um cargo público, o que impossibilitou que ela assistisse à chegada do filho à presidência dos Estados Unidos.

Amazon.com
Livraria Cultura

Ano2012
LínguaPortuguês
EditoraRecord