O sorriso de LeBron

Brasileiros morando nos Estados Unidos sabem que uma das maiores dificuldades é aceitar a ausência do futebol em nossas vidas. Na última Copa do Mundo, estávamos fazendo o Planeta Brasil na estrada. Rodando o país, percebemos que ninguém dava a mínima para o evento. Ver os jogos era uma epopeia. E sempre acabávamos em pubs, onde ingleses e irlandeses dividiam conosco a orfandade, a saudade, a paixão.

Com o tempo, a gente acaba se aventurando nos esportes dos americanos. Aprendemos as regras do baseball, escolhemos um time de futebol americano, nos adaptamos (ou, pelo menos, tentamos) à violência do hockey. Mas aqui em casa, basquete rules.
Acompanhamos todos os jogos da NBA este ano e, apesar da minha tendência a torcer para os underdogs (o Vitória Futebol Clube, ou Vitorinha é o meu clube de coração), este ano virei Miami Heat desde criancinha. Não por causa de Miami. Por causa de LeBron.

Injustiçado pela boca grande e o talento ainda maior, LeBron corria o risco de virar mais um pecho frío, o Messi do basquete. Um jogador incrível, mas que não entra para a história por não ter o título mais importante de seu esporte. Se tantos dizem que Messi afrouxa com a seleção Argentina, o mesmo acontecia com LeBron, quando chegavam os playoffs. Aí, o rei acabou virando o meu underdog.

Com a vitória assegurada, LeBron virou LeBron. A minutos do fim do jogo, o gigante de 2,03m comemorava como uma criança. Nada daquelas caras feias, de raiva, que a gente tanto vê em jogadores mais preocupados com o penteado que com a marcação. LeBron ria, pulava, abraçava longamente os adversários. Era o moleque no quintal de casa, o estudante do ensino médio, o violinista.

Graças a ele, hoje estamos órfãos novamente. Com saudades. Apaixonados. Mas pela NBA. Ainda bem que existe a Euro Copa.

4 thoughts on “O sorriso de LeBron

  1. Eu ja amava essa mulher chamada mila burns, pela sua beleza e inteligencia mas, depois deste texto mostrando que entende de varios esporte eu a amo muito mais.

  2. Minha querida ,mesmo com tanta saldades quero dizer que não saberia mesmo viver sem omeu futebal, mais estou aqui maquilando todo o povo e até jogadores,que vem para entrevista.Muitoas beijos Silvana rufino

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s