Vanyamania: Tchekhov é pop

Leia o meu texto publicado hoje, no blog do Ela Digital, do jornal O Globo:

O texto foi escrito há mais de um século. Toda a história se passa em uma mesma casa, no interior da Rússia. Os personagens sofrem de tédio e solidão. Mas o público vibra. Quase simultaneamente, Nova York recebeu duas montagens de Uncle Vanya, uma prova de que Anton Pavlovich Tchekhov é, sim, um sucesso de audiência.

A primeira foi uma curta temporada no Festival do Lincoln Center, em que Cate Blanchet derreteu o coração dos críticos. Foram apenas dez sessões, todas esgotadas. Quem perdeu tem a chance de ver a montagem contemporânea do Soho Rep, dirigida por Sam Gold e em cartaz até 26 de agosto. O pequeno teatro, em formato de arena, torna as histórias dos personagens ainda mais próximas da realidade do espectador. O figurino é simples, assim como o cenário, e essa opção faz as ironias do texto saltarem.

Outro ator de Hollywood estrela o espetáculo: Michael Shannon interpreta o médico infeliz e conquistador. O único porém: os ingressos também estão esgotados. O jeito é ir para a fila pelo menos uma hora antes e torcer por alguma desistência.

Clique aqui para ler outras notícias do Ela Digital.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s