Nuestra gente

Está em cartaz no Museu del Barío, em Nova York, a exposição The (S) Files 2011. É a sexta edição da bienal de arte latina que, desta vez, traz 75 artistas de vários países. O S entre parêntesis se refere a “street”, porque as obras são de artistas de rua, ou que têm influência das ruas em seu trabalho. É incrível ver como o grafiti, os sinais urbanos e até tampas de bueiros podem dar origem a tamanha pulsão de criatividade.

Não há apenas um, mas dezenas de artistas brilhantes expondo seus trabalhos ali. A maioria, mais jovem que eu. As brasileiras Thessia Machado e Priscilla de Carvalho (que também tem uma obra em exibição no Socrates Park) representam nosso país grandiosamente. A primeira, com uma vitrola que lembra Hermeto Pascoal. A segunda, com uma favela que mistura a zona norte do Rio às ruas de Manhattan. A foto ao lado é da obra de Lee Quiñones. As folhas da floresta que ele criou (e a foto não consegue mostrar) são notas de dólares. Justine Reyes usa a frase tradicional do metrô de NY “if you see something, say something” para questionar o preconceito em uma série de fotos.

O Museo del Barío fica na 5th Ave, na esquina com a 105th Street. Muitos novaiorquinos nunca foram lá, simplesmente porque ele não está na lista dos museus mais famosos da cidade. Um bom motivo para experimentar. Não há filas, o atendimento é ótimo (os seguranças vem até você comentar as obras. Já viu disso?) e, fora do circuitão, o museu se permite ousar. Sempre há boas exposições por lá.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s