Maurizio Cattelan. Que surpresa boa.

  

  

Estava fugindo da exposição de Maurizio Cattelan no Museu Guggenheim. Não sei se é o fim de ano, mas ando tão volúvel que a crítica da Time Out me desanimou. Mesmo sabendo que o jornalista que deu uma estrela para o evento raramente fala coisas interessantes, me deixei levar. Até que ontem, resolvemos nos aventurar. A caminho do Calder (que infelizmente saiu hoje da Pace Gallery e só comentarei amanhã), demos uma paradinha no Guggenheim e que surpresa! A exposição é uma das mais interessantes que já vi no museu.

Cattelan nos leva a pensar na reinvenção. Primeiro, do espaço. O Guggenheim virou um novo lugar com o seu vazio ocupado e as paredes, sempre cheias, completamente desnudas. Do chão ao teto, o átrio se redescobria recheado pelas obras do italiano. E o mais divertido, as obras também ganharam nova vida, expostas de uma maneira nada convencional: flutuando, e não presas às paredes.

O artista disse que suas obras só faziam sentido isoladas, nos momentos em que foram expostas, portanto a coletiva que o Guggenheim propunha não tinha razão de ser. Disse não. Depois de certa insistência, falou que até aceitaria fazer uma retrospectiva da carreira (que ganhou o nome de All), desde que as obras fosse penduradas no átrio do museu. O Guggenheim topou o desafio e o que a gente vê é a arte reinventada, nos desafiando, nos deixando de pernas bambas a cada curva.

Nesta época de fim de ano, em que tanto se fala em reinventar, arriscar, é a arte que traz inspiração.

O vídeo abaixo mostra um time lapse da montagem. Dá uma olhadinha e diz se não como vale a pena!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s