Pé Sujo em NY: Margon

Depois do post sobre o Grade Pending, me deu vontade de falar de uma das instituições universais mais caras à minha pessoinha: o pé-sujo. Sim, eu adoro. E, sim, ele é universal. Brasileiros que pensam que os sujinhos são coisa nossa estão muito enganados. E Nova York tem alguns dos melhores. Com uma vantagem: aqui eles são especializados. Tem pé-sujo vietnamita, cambojano, mexicano, japonês, francês. Por isso resolvi fazer desta a semana do pé sujo aqui no blog. Todo dia, até sexta-feira, vou postar sobre um dos meus cinco sujinhos favoritos. Começo pela comida cubana.

O Margon é uma ótima pedida porque fica em plena Times Square, no meio daquela confusão de madames com sacolas e turistas incendiários. Ele é imundinho mesmo. Tem que topar o desafio. E não há nada de cool naquele corredor sem fim a não ser a Janny, uma atendente que jura ser vegetariana apesar de passar o dia entre coxas de frango e rabadas (servidas às segundas e sextas). Para nós, vegetarianos, o jeito é contar com ela. Janny prepara um sanduba com picles de cebola que é um espetáculo (custa $4,00). E claro, tem mandioca, arroz, feijão e banana frita. É o mais perto que se pode chegar de um pé-sujo carioca.

Para os carnívoros, a boa é o sanduíche cubano, que leva carne de porco, presunto, molho tártaro e uma fatia de peperoni. Se você pedir o combo, que inclui, além do sanduíche, um prato de arroz e feijão, vai gastar $9,00.

O Margon fica na 136 W 46th Street, entre a 6th e a 7th Ave. Só abre para café da manhã e almoço. Para acompanhar, sugiro um passeio pela New York Public Library (aquela dos “Caça-Fantasmas”, lembra? Não? No vídeo abaixo tem uma paródia meio boba, mas onde dá para ver o lugar com mais clareza que no filme original), pelo Bryant Park (tente encontrar a estátua de José Bonifácio de Andrada e Silva e fique de olho no American Radiator Building, um edifício preto e dourado, construído na década de 20, um dos mais lindos da cidade) e pelo International Center of Photography.

Juro que a comida é deliciosa. Para completar, o ambiente é impagável. É uma viagem à Rua Uruguaiana, no Rio de Janeiro, onde se vêem engravatados e peruas de pé no balcão, tomando caldo de cana e comendo pastel frito. Um luxo.

3 thoughts on “Pé Sujo em NY: Margon

  1. “É uma viagem à Rua Uruguaiana, no Rio de Janeiro, onde se vêem engravatados e peruas de pé no balcão, tomando caldo de cana e comendo pastel frito. Um luxo.” quantas saudades… kkkk

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s